quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

EM SÃO PAULO EMPREENDEDORES INDIVIDUAIS SERÃO MAIORES QUE MICROEMPRESÁRIOS E PEQUENAS EMPRESAS

Microempreendedores individuais puxam aumento do número de empresas no Estado

De acordo com a Jucesp, das 433.888 empresas abertas, 58% registram faturamento de até R$ 60 mil por 


Divulgação/Secretaria de Desenvolvimento Econômico
Divulgação/Secretaria de Desenvolvimento Econômico
Costureira é uma das categorias aceitas no MEI
Os microempreendedores individuais (MEIs) puxaram o crescimento do número de empresas registradas no Estado de São Paulo de janeiro a novembro. De acordo com a Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp), foram abertas 433.888 empresas, sendo que 58% ou 252.742 registram faturamento anual de até R$ 60 mil.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, a alta na comparação geral foi de 3,4%. Em 2011, 419.491 empresas foram constituídas no período. Já na comparação da categoria MEI, o aumento foi de 14,1% - de 221.374 para 252.742 microempreendedores. "O MEI trouxe uma série de vantagens, o que está atraindo cada vez mais microempreendedores para a formalidade e incentivando novos negócios", destaca o presidente da Jucesp, José Constantino de Bastos Júnior.
Entre as vantagens do MEI, Bastos Júnior aponta a possibilidade de usufruir os direitos previdenciários, acesso mais fácil ao crédito, menor ônus para contratar um empregado e emissão de nota fiscal. "São fatores que aumentam suas chances de fazer negócios com outras empresas, realizar investimentos e expandir sua atividade", completa.

PUBLICIDADE:

0 comentários:

Dí lo que piensas...