sábado, 21 de fevereiro de 2015

VENCEU O PRAZO PARA DECLARAÇÃO DASN-MEI

Micro-empreendedor individual tinham até ontem sexta-feira para fazer declaração sem juros


Micro-empreendedores individuais que enviarem a DASN (Declaração Anual do Simples Nacional) até sexta-feira (20) ficam isentos do pagamento de juros e correções em seus boletos mensais. Depois desse prazo, os contribuintes ainda podem encaminhar o documento até o dia 29 de maio, mas com multa e juros.

A guia de pagamentos relativa a 2015, que é a contribuição do microempreendedor individual, só pode ser impressa depois da entrega da declaração anual, de acordo com o Sescon (Sindicato da Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramentos, Perícias Informações e Pesquisas no Estado de Mato Grosso do Sul). "Embora o prazo de entrega da declaração anual seja o último dia útil de maio do ano seguinte, o sistema só libera as guias do exercício atual se a declaração for entregue", orienta Francisco Gonçalves, presidente do Sescon/MS.

Para fazer a declaração é simples, os empreendedores enquadrados no programa poderão buscar auxílio 
nos escritórios contábeis optantes pelo Simples Nacional. Existe uma vantagem especial para aqueles empreendedores formalizados em 2014, somente no primeiro ano, poderá ser realizada de forma gratuita ,pelas empresas de serviços contábeis optantes pelo Simples, geralmente credenciadas no SEBRAE. Os empreendedores Individuais terão um respaldo maior se procurarem unidades do SEBRAE em: segundas, quartas e sextas-feiras, das 8h às 12h e das 14h às 17h, até o dia 31 de março de 2015.

Como fazer - Para fazer a declaração é preciso acessar o portal do Simples Nacional, clicar no menu Simei, em seguida, em Cálculo e Declaração, DASN SIMEI e, por fim, em Declaração Anual para o MEI.

Os dados a serem declarados incluem a receita bruta total recebida em 2014, referente ao total de produtos e serviços vendidos durante o ano; a receita bruta total recebida em 2014 relacionada às atividades sujeitas ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS), ou seja, proveniente da venda de mercadorias e industrialização de produtos.

Caso o microempreendedor seja somente prestador de serviços, não é necessário preencher este campo e o empresário deve informar se possuiu ou não empregado em 2014. Depois de preencher os campo e confirmar, basta imprimir o recibo da declaração e arquivá-lo. O comprovante apresenta as informações prestadas, além de data, horário e número de controle.

PUBLICIDADE:


Hospedagem de site ilimitada

0 comentários:

Dí lo que piensas...