domingo, 27 de setembro de 2015

MERCADO PARA EMPREENDEDOR INDIVIDUAL QUE VENCE A CRISE

Em tempos de recessão, o mercado da vaidade revela sua verdadeira face. Não importa o tamanho da crise econômica, o céu é o limite para gastos com beleza e estética. Aqui não há supérfluos, apenas o estritamente indispensável. O consumo é movido pelo sentimento de urgência. Depilação? Fundamental. Cirurgia plástica? Inadiável. Nova marca de perfume? Sim, agora mesmo.


Neste cenário adverso da economia, profissionais de marketing recorrem a uma lógica perversa: o consumidor pode não ter dinheiro para pagar a taxa de condomínio ou comprar um jogo de panelas, mas não resiste a um creme hidratante e um bom xampu.

0 comentários:

Dí lo que piensas...